loading3

Peeling Químico

Atualizado em 14 de Junho de 2021

O procedimento de peeling químico é muito lembrado pelas pessoas principalmente no inverno, época em que não pegamos muito sol e conseguimos cuidar melhor da nossa pele. Os peelings químicos são a utilização de ácidos que auxiliam na renovação da pele com o objetivo de acelerar a descamação ou esfoliação, removendo as primeiras camadas da pele, promovendo uma regeneração e melhora da aparência e textura do rosto.

O termo "peeling" significa descamar, mas a descamação vai ocorrer dependendo da concentração, tipo de pele e ácido aplicado. A escolha dos ácidos vai depender de diversos fatores como cor da pele, se tem alguma doença, sensibilidade e a queixa do cliente. Cada pele reage de uma forma diferente e nem sempre a aplicação de peeling vai promover uma descamação visível, o que não quer dizer que o ácido não funcionou, pelo contrário. Se a pele estiver bem hidratada, muitas vezes os ácidos não provocam descamação.

Os peelings químicos são indicados para diversas alterações da pele, como: manchas, sardas, melasma, envelhecimento, rugas, linhas de expressão, acne, oleosidade e para quem busca uma melhora na textura, aparência, viço e brilho da pele.

Durante o tratamento, o cliente não poderá se expor ao sol e deverá fazer o uso contínuo do filtro solar. É preferível que se faça o peeling químico no inverno, pois no verão nossa exposição ao sol aumenta.

Indicações

  • Rejuvenescimento.
  • Rugas.
  • Manchas.
  • Acne.
  • Oleosidade.

Benefícios

  • Diminui rugas.
  • Melhora o aspecto da pele.
  • Diminui a oleosidade e a acne.
  • Ameniza manchas.

Atendimento

O procedimento tem duração de 45 minutos.