loading3

Sarcopenia prevenção e cuidados

Sarcopenia: (do grego: sarx = carne + penia = diminuição, perda)

É a perda de massa e força na musculatura esquelética com o envelhecimento. Cerca de um terço da massa muscular perde-se com a idade avançada, começando a partir dos 40 anos de idade, mais comum após os 50 anos, período que há maior redução da quantidade e tamanho das fibras que formam os músculos, principalmente devido à redução de hormônios como estrogênio e testosterona.

A sarcopenia, sobretudo quando associada à osteoporose, leva a uma significativa fragilidade osteomuscular da população idosa, tornando-a muito vulnerável a traumas físicos (quedas e fraturas, principalmente). 

Os primeiros sinais da sarcopenia

Com o passar dos anos e o avanço da idade, os primeiros sinais da sarcopenia são:

  • Os músculos diminuem aos poucos esse problema fica camuflado pelo ganho de peso;

  • Os músculos são substituídos por gordura;

  • Dificuldade para subir escada, sentar, levantar, abaixar e pegar objetos caídos no chão;

  • Se não for tratada e minimizada a sarcopenia compromete a capacidade de fazer as atividades no dia a dia, de forma independente;

  • Sem cuidados para diminuir os efeitos da sarcopenia, esse problema pode provocar maior risco de quedas, acidentes e como consequência hospitalizações.

Para evitar a sarcopenia, é muito importante adotar hábitos, como:

Praticar atividades físicas, tanto de força muscular e resistência, como hidroginástica, musculação e pilates, quanto aeróbico, com caminhadas e corridas, para melhorar a circulação sanguínea e o desempenho do corpo. 

Ter uma alimentação rica em proteínas, presente em carnes, ovos e derivados do leite, para estimular o crescimento muscular, além de carboidratos, gorduras e calorias para dar energia, nas quantidades corretas, de preferência orientadas pelo nutricionista. 

Evitar o fumo, pois o cigarro, além de alterar o apetite, compromete a circulação sanguínea e intoxica as células do corpo;

Beber cerca de 2 litros de água por dia, mantendo-se hidratado para melhorar a circulação, o ritmo intestinal, o paladar e a saúde das células;

Evitar bebidas alcoólicas em excesso, pois este hábito, além de contribuir para a desidratação, prejudica o funcionamento de importantes órgãos do corpo, como fígado, cérebro e coração.

O tratamento é feito a longo prazo e geralmente, está relacionado a uma mudança no estilo de vida, com duração para a vida toda.

Em estágios mais avançados da sarcopenia, o tratamento também pode envolver o uso de medicamentos adequados, com acompanhamento médico.