loading3
Dicas de saúde

Fisioterapia Neurofuncional

Atualizado em 21 de Junho de 2021

Área de especialidade da fisioterapia que atua de forma preventiva, curativa, adaptativa ou paliativa nas sequelas resultantes de danos ao sistema nervoso, abrangendo tanto o sistema nervoso central como o periférico, bem como aqueles com doenças neuromusculares (do neurônio motor, da placa motora e do músculo propriamente dito, miopatias). O fisioterapeuta Neurofuncional tem a responsabilidade de avaliar o paciente, dar o diagnóstico cinético funcional, prescrever o tratamento e realizá-lo.

Estes atendimentos podem ser realizados na piscina ou fora dela, sempre buscando a funcionalidade e aproveitando os benefícios que cada meio oferece!

Objetivo:
Avaliar os déficits funcionais e através de exercícios direcionados, promover padrões motores adequados para cada caso, por exemplo: aumentando a amplitude de movimentos, normalizar/melhorar a postura, aperfeiçoar as habilidades cognitivas e a memória, prevenir o surgimento de novas doenças, melhorar a força muscular, a coordenação motora e o equilíbrio.

Buscar o bem-estar físico e emocional, reabilitando o paciente para que possa realizar suas atividades com o maior nível de independência possível, para consequentemente melhorar a qualidade de vida e assim promover a reintegração na sociedade;

Atua com:

  • Paralisia Cerebral;
  • Paralisia Facial Periférica;
  • AVE (Acidente Vascular Encefálico);
  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Guilain Barré;
  • Neuropatia Periférica;
  • Doença de Parkinson;
  • Alzheimer;
  • Distonia Ataxia;
  • Mielomeningolcele;
  • Distrofia Muscular de Duchenne;
  • Atraso do Desenvolvimento Neuropsicomotor;
  • Lesão Medular.

Fonte da imagem: http://www.clinicacauchioli.com.br/noticias/que-fisioterapia-neurofuncional/

Eliane dos Santos de Oliveira
Texto escrito por:
Fisioterapeuta