loading3
Dicas de saúde

O pilates como auxílio no tratamento de labirintite!

Atualizado em 26 de Abril de 2021

A labirintite é uma doença do ouvido que ataca o labirinto, que é formado pela cóclea e o vestíbulo, responsáveis pela audição e pelo equilíbrio. Causa vertigens, tonturas, náuseas, vômitos, redução ou até perda de audição, e zumbidos. A labirintite afeta 33% das pessoas em alguma fase de suas vidas, mas é mais comum na terceira idade. Porém, é importante alertar que muita das labirintites estão acompanhadas de problemas da coluna cervical que, além das queixas acima, pode também causar formigamento ou sensação de desconforto em braços, mãos e pescoço, queimação ou desconforto na coluna.

O pilates auxilia no tratamento da labirintite, pois o método promove o fortalecimento na região cervical para estabilizar a musculatura e melhorar os movimentos de rotação, flexão, extensão e lateralização. Pois, movimentos firmes e direcionados da cabeça promovem a estabilidade do sistema vestibular.

Além disso, o pilates trabalha melhorando o equilíbrio de quem sofre com labirintite, são inúmeros exercícios, com base estável inicialmente e depois pode evoluir para instabilidade de bases. A evolução faz parte do dia de um "pilateiro", em casos específicos de tontura não podemos deixar de desafiar o praticante. Fica a dica!

Eliane dos Santos de Oliveira
Texto escrito por:
Fisioterapeuta
Pilates