loading3
Dicas de saúde

Intestino preso

Atualizado em 7 de Junho de 2021

Quando falamos sobre intestino preso, precisamos observar alguns fatores, tais como, hábitos alimentares, atividade física, ingestão de água, mas também olhar para as emoções e sentimentos que temos durante nosso dia a dia.

Emocionalmente, o intestino preso apresenta uma relação forte com situações que são indigestas, associadas a um sentimento intenso de raiva.

Por exemplo, ter que aguentar algo ou alguém contra a sua vontade, não poder se livrar de uma situação ruim ou que você não concorda, seja em casa ou no trabalho, pode ser uma das causas da disfunção intestinal.

Cada sintoma tem relação com a forma como o individuo percebe e sente uma determinada situação, e também, como ele continua lidando com as lembranças de um evento passado no momento presente.

A partir de um acontecimento intenso demais, tanto fisicamente como emocionalmente, o organismo desenvolve alterações no funcionamento dos sistemas corporais, mas, essas alterações sempre possuem uma vantagem biológica, ou seja, tem como objetivo AJUDAR VOCÊ a resolver a situação específica.

Olhar para as situações vividas nesse contexto, achando soluções reais para o momento presente, ou trazendo um novo olhar para a situação passada, pode ser o primeiro passo para eliminar toda a sujeira que está ficando guardada.

Se você sofre com o intestino preso, a Microfisioterapia pode ajudar!

Essa técnica atua sobre as memórias desses eventos intensos, ao mesmo tempo em que traz para a consciência o que o sintoma significa, direcionando você para onde é necessário rever as atitudes na busca da solução.

Daniela Souza Freitas
Texto escrito por:
Fisioterapeuta