loading3

Dores na coluna na quarentena

As dores na coluna durante a quarentena aumentaram. Segundo estudo da FIOCRUZ, 41% dos entrevistados passaram a ter dor na coluna que não tinham e 50% dos que já sofriam de dores crônicas pioraram os sintomas.

Esse quadro é esperado. O sedentarismo aumentou e o home office em um ambiente não adaptado colaboraram para esse fato.

Além da tensão que uma pandemia nos gera de incertezas e conflitos.

Muitas pessoas relatam que o trabalho em casa aumentou e não tem mais hora, nem dia. Conciliando afazeres domésticos, cuidados com os filhos em tempo integral e estresse aumentado.

Como a situação vem se prolongando, para quem trabalha em home office é interessante investir em uma cadeira com apoio da coluna e braços. Sentar com o quadril a 90 graus, joelhos de 90 a 120 graus e os pés apoiados no chão. O notebook deve estar na altura dos olhos, e o punho apoiado ao utilizar o mouse.

Pausas durante o dia são importantes. Alongar, levantar, caminhar, respirar e relaxar.

Exercícios físicos 2 a 3x na semana ajudam na sustentação do seu corpo com o fortalecimento muscular e previne dores.

Se você já está sofrendo com as dores, recorra também as massagens, liberação miofascial, quiropraxia, fisioterapia, técnicas manuais e em casa pode usar a bolsa de água quente para relaxar.