loading3

Criolipólise

A gordura localizada caracteriza-se por um acúmulo de gordura em uma ou mais regiões do corpo. Maus hábitos alimentares e sedentarismo são fatores que explicam esse acúmulo de gordura, mas a predisposição genética, o tabagismo e o uso de roupas muito apertadas também podem contribuir para o quadro. Mesmo quem está com seu peso ideal pode ter este excesso de gordura, e a perda de peso nem sempre é a solução. Muitas pessoas emagrecem muitos quilos, mas aquela gordurinha continua aglomerada em um único local, normalmente barriga, quadris e flancos (os famosos pneuzinhos nas laterais).

Criolipólise - Tratamento para redução de medidas, através do congelamento das células de gordura

Novidade de tratamento

Técnica desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, no Estados Unidos, usa de baixas temperaturas para eliminar a gordura localizada. A ponteira do aparelho é colocada sobre o local a ser tratado e promove uma sucção da pele e da porção da gordura localizada, as temperaturas negativas agem seletivamente sobre as células de gordura – chamadas de adipócitos – que são mais sensíveis ao frio, sem causar danos a nervos, músculos e outras estruturas próximas. Os adipócitos são congelados, se rompem – na prática o que acontece é a morte das células de gordura - e como consequência o sistema imunológico entende que elas não fazem mais parte do organismo e as expele naturalmente. Com tamanho sucesso o tratamento vem sendo chamado de “lipo sem cortes”, porém a grande diferença é que a criolipólise não é um procedimento cirúrgico.

Uma sessão já pode ser suficiente para trazer resultados. Mas há casos que são necessárias mais sessões. A partir do décimo dia a quebra da gordura já pode ser visível, mas o efeito máximo acontece de dois a três meses após a sessão. É possível medir a diferença na fita métrica, mas a melhor maneira de fazer a comparação é de fotografias de antes e depois. Estudos científicos em Harvard apontam em uma única sessão a redução de 20% a 25% da gordura localizada na região tratada, mas é claro que os resultados variam de pessoa pra pessoa. Caso a gordura eliminada na primeira sessão não tenha sido suficiente, uma segunda sessão pode ser feita no mesmo local, mas somente após 90 dias. Não existem sessões de manutenção, para manter o resultado obtido deve-se evitar o ganho de peso através de hábitos saudáveis, como uma dieta balanceada e a prática de atividade física.

A criolipólise não é um tratamento para sobrepeso ou obesidade. Ela é indicada para pessoas que tenham gordura localizada em algumas regiões corporais, o “pneuzinho”. Mas nem todo mundo pode fazer a criolipólise, é preciso uma avaliação detalhada antes. A criolipólise é contraindicada para pessoas com sensibilidade ao frio, como quem tem urticária, por exemplo, pessoas com hérnias no local da aplicação, infecções na pele, gestantes, e para quem passou por cirurgia recentemente.